No inicio de ano escolar, o tema da adaptação desperta ansiedades em todos os envolvidos nesse processo.  As crianças que frequentam a escola pela primeira vez se deparam com um ambiente novo, novas pessoas, novas regras, novas rotinas e um momento de ficar longe de seus familiares que tem como referencia o que, em intensidades diferentes, despertam a ansiedade de separação. Os pais, por sua vez, também ficam ansiosos para ver qual será a reação do filho em contato com uma realidade que ate então desconheciam e anseiam para que suas expectativas de que eles fiquem bem se realize.

Esse inicio da vida escolar pode ser uma ocasião prazerosa, mas também gera inquietações e, certamente, imprime mudanças significativas na vida da criança e de seus familiares, exigindo que todos passem por um processo de adaptação.

A adaptação envolve um período de transição em que a criança vai se habituando ä nova rotina longe dos familiares que tem como referencia. É esperado nesse processo que as crianças por serem espontâneas com seus sentimentos, reajam com choro, fiquem zangadas e se agarrem em seus pais. Isso não se manifesta apenas nas crianças que estão iniciando na escola, mas também pode aparecer  a cada novo ano escolar, ou diante de uma mudança de sala ou ate mesmo de professora. É normal e saudável que as crianças até os 6 anos de idade  possam externalizar seus sentimentos dessa maneira o que tende a diminuir  de intensidade a cada nova experiência.

Esse período de adaptação é uma tarefa complexa para escola, pois envolve atender diferentes demandas das crianças e lidar com a expectativa de cada família. Por isso, é preciso paciência e atenção as diversidades, pois a forma e o tempo que cada criança precisara para se adaptar não se tem como prever com exatidão. Uma ação coesa entre pais, escola e professores favorecerá o êxito diante desses desafios.

Algumas dicas para auxiliar nesse processo tão importante:

 

  • Conversar sobre como vai ser a rotina escolar;
  • Seguir cuidadosamente os horários indicados pela escola durante o período de adaptação e que esse seja feito de forma gradativa;
  • Quando o choro aparecer, o melhor é reforçar  que a escola é importante, e que vocês pais confiam nesse lugar.
  • Ajudar a criança compreender que continuam a morar em suas casas e que os pais irão busca-las todos os dias;
  • Não alterar os hábitos das crianças como querer tirar bico, fraldas, mamadeira nesse período;
  • Reforçarem com elogios e carinho as conquistas das crianças;
  • Falar da escola com entusiasmo;
  • Ter tolerância com possíveis comportamentos mais regredidos que possam aparecer nesse período, pois estes serão superados de maneira gradativa
  • Enfim, respeitar os ritmo e tempo de cada criança.

Lembrem-se: Situações novas são sempre desafiadoras e requerem uma nova adaptação emocional. Um manejo firme e tranquilo por parte dos pais e professoras com as crianças auxiliaram a serem mais seguras afetivamente.